domingo, 4 de junho de 2017

Pra você tiro o chapéu

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Pra você tiro o chapéu


Viajante em mar revolto
No meu barco de papel
Pensamentos, meu cinzel
Deixo assim tudo tão solto
Embora esteja envolto
Nessas trilhas do teu céu
“De versos eterno véu”
Por isso é que te digo
Pasmei, pasmei meu amigo
Pra você tiro o chapéu.



Afora todos os meus ais
Eu jamais conseguiria
Construir por ousadia
Com palavras magistrais
Os seus versos celestiais
Muito mais que um menestrel
Seu canto nos mostra o céu
Por isso eu te bendigo
Pasmei, pasmei meu amigo
Pra você tiro o chapéu


6 comentários:

  1. Muito lindos! A começar do mote. Belo trabalho, poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado minha amiga AnaLua. Muito bem-vinda ao meu humilde blogg. Abraço!!

      Excluir
  2. Camilo Fábio Grando
    Muito bom, gostei.
    05 de junho de 2017 às 11:53

    ResponderExcluir
  3. Elizabeth Manrique
    Parabéns!
    05 de junho de 2017 às 14:00

    ResponderExcluir
  4. Sonia Gava Rodrigues
    Linda!
    05 de maio de 2017 às 20:11

    Tania Maria Gimenes Brochini
    Tania Maria Gimenes Brochini Linda!!!!
    05 de maio de 2017 às 22:12

    Maria Umbelina Pacheco Lima
    Maria Umbelina Pacheco Lima PARABÉNS MARAVILHOSA AMIGO
    05 de maio de 2017 às 22:12

    ResponderExcluir
  5. Silvana Perrella Brito
    Gosto muito da.sua poesia! Parabéns!
    05 de maio de 2017 às 21:16

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.