sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

De tanto amor.

Imagem relacionada
De tanto amor

De tanto amor, daquele nascido
Brotado depois de um riso,
De um olhar de manhãs vestido 
“Aquelas que adentram janelas
Feito luz de um sol, ainda tímido.


De amor, daquele tão imenso
Denso  feito mar calmo  sem vento
Apenas no ritmo da brisa
Levando meu barco pelo tempo
Numa doce e suave cantiga.

De amor, daquele mágico
Transformando meus momentos
Trazendo-me alento e calma
Como uma valsa
Bailando em minha alma
Nos confins do meu pensamento.

De amor, desse  tanto amor possuído
É que vou seguindo inundado
completamente apaixonado

Feito estrela, esse amor
mantém minha vida acesa
Pelo tempo que preciso for
 sendo todo o ar que respiro
 E da minha caminhada o meu maior motivo.

Autor
Carlos Marcos Faustino
30/12/2016 –sexta-feira – 23h56


8 comentários:

  1. Tania Maria Gimenes Brochini Eu nem sei dizer o tanto que acho linda suas poesias fico só me repetindo: Adorei.

    Carlos Marcos Faustino
    Carlos Marcos Faustino Obrigado minha amiga!!!!

    ResponderExcluir
  2. Christina Castello Branco:
    Ficou lindo!!! A poesia e o fundo musical...

    ResponderExcluir

  3. Wilian Ribeiro
    Linda muito bom mesmo
    Que talento

    ResponderExcluir
  4. Vanilde Prandi
    Lindo, muito lindo. adorei.obrigada. Bj

    ResponderExcluir
  5. Anita Valéria Alves
    Maravilhosa poesia! Parabéns Marcos.

    ResponderExcluir



  6. Tania Maria Gimenes Brochini
    Essa sua poesia De tanto amor também é, das suas poesias que eu já li, uma das que mais gostei. Não só a poesia é linda mas essa ilustração também foi uma que mais casou com a letra, ficou lindíssima. Parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Tania Maria Gimenes Brochini
    Essa poesia é linda demais, valeu a pena ver de novo.
    Em 15 de março de 2017 às 18:42

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.