quarta-feira, 29 de junho de 2016

Sensato


Sensato


É sensato viver assim neste mundo
Aos trancos, entre tropeços
Esfomeados, descamisados, trôpegos
Ideais ultrapassados ,sonhos  refugados
É sensato?

É sensato pagar um preço, um alto preço
Todo dia um recomeço
Pra nos levar  à morte, sorte comum
Pra troianos e gregos
Deixar afetos, corações  sofridos
Choros, ranger de dentes, gritos

É sensato tantas desigualdades
Entre irmãos  numa sociedade
Onde Deus é dinheiro e poder
Onde beleza, esperteza e mal querer
É sinônimo de status, é sensato?

É sensato
 Ter tantas grilhões aprisionando nações
Tanta destruição peste, fome, doenças,
Onde nem todas as crenças
 São capazes de levar às almas intenções
Pra mudar o mundo e deixar
Vir  a paz e amor pras futuras gerações.


Autor
 Carlos marcos Faustino
29/06/2016 – quarta- feira- 12h46



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.