sexta-feira, 4 de março de 2016

Antídoto


Antídoto

Se alguém se prostra
em momentos que a alma chora
despido da coragem
envolto em miragens distorcidas
mesmo que as mãos não te estenda
oferece-lhe um abraço
pode ser um grande passo
pra livrá-lo da descrença
dum viver sem sentido.

Não há melhor comprimido
Do que tudo isso acompanhado dum sorriso
mesmo que lhe faltem  as palavras
elas tornam-se estampadas
neste teu gesto de afeto vestido.

O amor, este antídoto
que as vezes permanece escondido
la no fundo da alma das pessoas
precisa ser redescoberto
Experimenta
Trazê-lo de volta mesmo aos poucos
Devagar será possível  transformar este mundo louco.

Autor
Carlos Marcos Faustino
10/01/2017 -terça-feira - 12h18






4 comentários:

  1. Christina Castello Branco Augusto
    Linda!!!! Esse antídoto cura tudo....

    ResponderExcluir
  2. is 1 comentário
    Valter Hernandez
    Valter Hernandez Bela.

    Jader Cabral
    Sensacional!!!

    ResponderExcluir
  3. Dida Tóffoli
    Ei colega.Arrazou.

    Tania Maria Gimenes Brochini
    Tania Maria Gimenes Brochini Lindo, amor como a cura, remédio que opera milagres. Parabéns.

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.