domingo, 5 de julho de 2015

Chuvisco



Chuvisco

Lá fora, chuvisco
Abro a porta, insisto
Arrisco uma  saída
Jogo meu olhar pela avenida
Como se fosse um rio
Eu como se fosse um barco
Através dos carros
Ponho-me ao largo.

E vou navegando
Meu pequeno barquinho
Encharcado
Aos poucos por entre  aquele movimento
Vai sendo dilacerado
Vem o vento, tempestade
Crucial calamidade
Aos poucos me desfaço.

Parecia nada, muito pouco
Boca de lobo, cachoeira
Rio despenca rua inteira
 Um chuvisco bobo.


Autor
Carlos Marcos Faustino

05/07/2015 – domingo -  22h56

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.