sábado, 25 de abril de 2015

Retrato vivo


Retrato vivo

Duas pequenas jabuticabas
De um resplandecente brilho
Donde cachoeiras represadas
Mantém tuas magoas bem longe
E quando por acaso brotam águas
São apenas emoções transpassadas
A umedecer um pouco  as tuas pálpebras.

Descortina-se logo abaixo, o paraíso
Um desenho esboçado em largo riso
Todo num branco marfim refletido
Ladeado de um carmim adocicado
Onde o amor começa a ser desejado

La do alto, negros fios lisos compridos
Emoldurando este vivo retrato
Aconchegam-se ao teu corpo onde eu sigo
Este passeio  em devaneios abstratos.


Autor
Carlos Marcos Faustino
25/04/2015-sábado-01h04



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.