quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Uma estrela


Uma estrela 


Desgruda, Desgruda!
Viva a tua luta
Segue o paralelo do asfalto
Desprega os pés do lugar
Peito aberto, olhos pro alto
Esquece as agruras do ar
Segue o rumo dos pássaros
 Ou Pegue o caminho do mar
Amar é preciso, abra um sorriso.

A noite precisa de luz
Sabe o que mais seduz
Numa noite solitária?
“-Uma estrela iluminada
Que olho da minha janela.
Seja ela por um dia
Que a lua virá fazer companhia
E a vida será mais bela.”


Autor
Carlos Marcos Faustino
29/01/2015- quinta feira-13h12


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.