terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Noite passada


Noite passada.

Noite passada,
Um sonho vazio,
Sem final, sem inicio,
Uma cena jogada a esmo,
Sem direção, sem roteiro,
A personagem principal
Nem era eu.

Talvez fosse o silencio,
Talvez fosse um sentimento,
Solidão, nua, dura, fria,
A vazia sensação de ser.

Velório de mim mesmo,
 Caixão lacrado,
E no salão, ninguém
Eu de fora procurando as pessoas
Nem ali, nem na sala ao lado,
A única viva alma era eu.

Autor
Carlos Marcos Faustino

31/12/2014- quarta-feira-00h10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.