quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Foco de luz


Foco de luz

Varava  o sol pela fenda das paredes
Jogando um foco de luz que adentrava o quarto
Em dias que a preguiça dormitava desde cedo
E levantar era um propósito descartado

Então o olhar ficava maravilhado
Enquanto em pensamentos esmiuçava
Como é que pode uma racho comprido na tábua
Provocar um facho redondo  dentro da casa

Era como se houvesse um palco iluminado
Onde personagens invisíveis trocassem falas
Nada audível,  tudo tão imaginário
Exceto lá de fora o real que ali não se acasalava.

Autor
Carlos Marcos Faustino
03/12/2014- Quarta feira -13h02


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.