domingo, 30 de novembro de 2014

Andanças no passado


Andanças no passado

Terno  de linho branco,
Sorriso terno nos lábios
Através do domingo
Passeio em planos passados
Vestido tal qual meu pai
Em mocidade,
Pelas ruas da cidade
Entre suspiros e olhares
Disparando corações
Das mocinhas sonhadoras
Em janelas debruçadas
Esperando serenatas,
Flores, chamegos, quem sabe
Um brejeiro galanteio
Um bilhete bem escrito
 E Quiçá também  um possível compromisso
Mas minha mãe passou de leve
E meu pai extasiado
Logo,  logo pela morena
Ficou muito apaixonado
Isso tudo  esta escrito
Nas historias que visito
Nas andanças no passado

Autor
Carlos Marcos Faustino

30/11/2014- domingo- 12h11

6 comentários:

  1. Rosa Sturari Lindos tempos...hoje Ñ existe mais ....que pena !😕
    21 de fevereiro de 2017 às 12:10

    ResponderExcluir
  2. Marilu Vedoveto
    Lindo poema Carlos!
    21 de fevereriro de 2017 às 14:32

    ResponderExcluir
  3. Marcia Aparecida Campato
    Lindo.
    21 de fevereiro de 2017 às 15:10

    ResponderExcluir
  4. Marta Donizete
    Lindo ! Deus continue abençoando vc .abcs
    21 de fevereiro de 2017 às 17:30

    Sonia Lopes
    Sonia Lopes Muito lindo! Parabéns!
    21 de fevereiro de 2017 às 20:04

    ResponderExcluir
  5. Tania Maria Gimenes Brochini
    Linda mesmo.
    21 de fevereirode 2017 á 22:35

    Escreva uma resposta...

    ResponderExcluir
  6. Mirian Chagas Alves
    Que lindo
    22 de fevereiro de 2017 às 07:35

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.