quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Sorriso triste


Sorriso triste

Tristeza me deixa,
Desfaz essa dor que me assola o peito,
Que nem sei de que jeito a ganhei,
Se foi no corre- corre atrás da vida,
Nesta luta, labuta doida onde se morre,
Ou se foi no porre que tomei mesmo sem saber.

Tristeza
Não leve o meu sorriso, por que dele preciso,
Pra clarear a estrada onde caminham meus amigos,
Almas irmãs, presente que Deus colocou nos meus passos,
Um oásis quando seca a minha boca e sinto sede,
Uma rede  que conforta  o meu cansaço.

Tristeza
Deixe aberta a porta pra que o vento perpetue,
E se expanda no meu peito  e o purifique,
Pra que meu rosto seja  o meu interior retrato,
E pra que o meu sorriso nunca mais possa ser triste.


Autor
Carlos Marcos Faustino

16/10/2014- Quinta feira- 23h57m

2 comentários:

  1. Christina Castello Branco Augusto
    Que lindo!!!!
    28 de janeiro de 2015 às 13:32 ·

    Francisco De Assis Ricco
    querido, você se superou mais uma vez . parabéns...
    30 de janeiro de 2015 às 17:23 ·

    Tania Maria Gimenes Brochini
    Tania Maria Gimenes Brochini Linda mesmo.
    28 de janeir0o de 2017 às 26:36

    ResponderExcluir
  2. Elianai Lee Maestrello
    Que lindooo!!
    28 de janeiro de 2015 às 14:05

    Maria Cristina Faustino Fronio
    Maria Cristina Faustino Fronio
    Amei...lindo!
    28 de janeiro de 2015 às 19:06 ·

    Zuza Gimenes
    Zuza Gimenes Muito bonito... gostei!
    28 de janeiro de 2015 às 22:39 ·

    Marilu Vedoveto
    Marilu Vedoveto Amei lindo!

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.