terça-feira, 2 de setembro de 2014

Contradições


Contradições

Como um noivo às vésperas das bodas,
Como um moribundo às vésperas do óbito,
Envolvido em ternos, meias e sapatos,
Um sorriso perdido  no canto dos seus lábios,

As ideias perplexas que em transe o envolve,
Os passos desconexos que as esquinas absorvem,
E aquela dor indefinida, é o descompassar da vida,
Talvez seja essa a explicação melhor definida.

Tudo é uma longa viagem, as bodas, o óbito,
Tudo a seu tempo  já carimbadas  as passagens,
O sorriso, o choro, as flores, o luto, o bolo,
Os anos todos perfilados lhes prestam as ultimas homenagens.


Autor
Carlos Marcos Faustino

02/09/2014- Terça feira – 23h36m

2 comentários:

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.