quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Viver

Viver

Viver
Essa louca vontade
Que a tarde traz devagar
Feito uma brisa
E que aos poucos
Torna-se tempestade

Este sonho irreal
Que depois qual vendaval
Vai varrendo dia afora
Noite adentro
Trazendo imagens turvas
Em alguns flashes
Que ao despertar
 Me lembro

Vontade
Sonhos
A realidade é alheia
Segue dura e nua
Pelos confins das ruas
Que a vida nos serpenteia


Autor
Carlos Marcos Faustino
21/08/2014- Quinta feira -14h51m




Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.