sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Ponto Final

Ponto final

Você chega do nada e ilumina,
E acende uma chama que explode,
Pulsa o coração mais forte,
O sangue dispara nas veias,
Numa maratona desenfreada,
E a mente desenha de forma calada,
Mil formas de encontro sem ponto final.

E a noite toda seria pequena,
E os meses e anos da mesma maneira,
Quiçá ao teu lado a vida inteira,
Envolto nos laços deste aconchego,
Fizesse a existência feliz, mais amena,
 Um especial sossego, sem ponto final.
,


Autor
Carlos Marcos Faustino
Sexta feira- 01/08/2014- 19h28n.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.