terça-feira, 5 de agosto de 2014

Cravos Vermelhos



Cravos vermelhos

Pra menina mais bonita,
Em todo final de tarde,
Na hora de ir pra escola,
Eu escondia em sua sacola,
Entremeio aos seus cadernos,
Um lindo cravo vermelho.

Chegava bem sorrateiro,
Me esquivava de mansinho,
A bolsa em cima da pia,
Da casa do meu amigo,
A menina distraída,
 Ou sei  lá se só fingia,
Ou se  de esgueio me olhava,
Com o  coração aos saltos,
O meu amor naqueles cravos
Por ela eu demonstrava,

Depois feliz eu saia,
A imaginar o momento
Em que seu olhar penetrante
Refletisse o riso dos lábios,
Ao deparar-se com tal presente
Talvez aspirasse o perfume,
Talvez dissesse meu nome
Talvez depois o guardasse
pra sempre, quem sabe!
quem sabe!


Autor
Carlos Marcos Faustino
05/08/2014- Terça feira- 19h34m


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.