domingo, 4 de maio de 2014

Quatro de maio

Quatro de maio 

Mãe! Neste teu dia, te dou todo meu pensamento,
Quatro de maio, junto as mãos em prece e saio,
Deixo esta minha realidade pra viver esta saudade,
Já faz tanto tempo, mas em mim todo momento,
És sempre aquela flor que em minha existência floresce,
Um anjo que me deu Deus nesta existência,
 E que mesmo agora do céu, certo que por mim ainda pede,
Ao nosso pai celeste, a nossa Senhora toda proteção,
Toda luz pros meus caminhos, Mãe nunca estive sozinho,
Bate no mesmo compasso eu sei ainda, o nosso coração.

Autor
Carlos Marcos Faustino
04/05/2014- domingo-22h59m
   



Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.