quarta-feira, 28 de maio de 2014

Doce Aconchego

Doce aconchego





Doce aconchego

La onde moram os pássaros,
No alto daquela serra,
Quando então o sol desperta
A rua em sua calmaria,
Abre os braços em seu bom dia,
Diz Adeus fica na espera,
Pra quem sai colina abaixo,
Pra quem se perde no asfalto,
No transito congestionado,
Em busca do seu trabalho.

E assim os dias passam,
La onde moram os pássaros,
No alto daquela serra,
Logo, logo, a tarde deita,
E a noite fica a espreita,
E vai logo abrindo os braços,
Pra aconchegar o cansaço,
Dos que voltam ao seu seio.

Autor
Carlos Marcos Faustino
28/05/2014-Quarta Feira- 13h132m


Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.