quarta-feira, 7 de maio de 2014

Batalha


Batalha

Estive de conversas com os santos,
Fiz jejuns, rezas, oferendas,
Desfiei um terço inteiro em busca duma graça,
Apelei incessantemente pra esta fé que me alimenta,
 A fim de que minha vida não caísse em desgraça.

Não vi possibilidades de caminhos, restava-me o nada,
Nenhuma porta aberta, todas as vozes caladas,
O nó da corda em meu pescoço, um amargo gosto,
E a morte à espreita, pronta pra eclodir satisfeita,
E levantar os louros desta cruel batalha,

Autor
Carlos Marcos Faustino

07/05/2014- Quarta feira- 10h44m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.