sexta-feira, 11 de abril de 2014

Melodia

Melodia

Tão doce canção me enleva,
Sou assim, lançado de mim,
Divago em planos, Querubins,
Anjos ladeiam-me, adeus trevas,
Reflexos do céu me atravessam,
Do mundo real transportado,
Instantes mil, privilegiado,
Minha alma é só melodia,
Que vai explodir-se em poesia,
Tornando-me  um ser renovado.

Autor
Carlos Marcos Faustino
11/04/2014- sexta feira- 12h37m


Um comentário:

  1. Tania Maria Gimenes Brochini
    Gostei também, Muito linda.
    11 dee abril de 2017 âs 20:03

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.