sexta-feira, 18 de abril de 2014

Caminho das estrelas



Caminho das estrelas

Encontrar o caminho das estrelas,
Seguir aquela poeira de brilhos,
Por entre o mais belo dos sorrisos,
Não há quem não vai parar pra ir vê-las.

No decorrer da noite, afora os pesadelos,
Hão de explodir sonhos por todos os cantos
Em formas de chuva, pingos de encantos.

Assim é o caminho de quem já se fez liberto,
E cavalga feliz através das belezas do universo,
Cessadas as dores, as mágoas, o s prantos.

Cessadas as dores, as mágoas, os prantos,
A alma leve em movimentos breves ascende,
Retoma antigos rumos, desperta, transcende.

E daquela velha roupa, já sem os seus esplendores,
Desfaz-se afora os apelos de todos seus amores,
Afora o apego de alguém que retê-lo deseja.

E ao vestir-se de tênue roupagem  enseja,
No final da viagem encontrar seus antigos afetos,
Pra se aconchegar em seus braços, inquieto,
E encontrar a paz  que tanto almeja.

Autor
Carlos Marcos Faustino
17/04/2014- quinta -feira – 15h09






2 comentários:

  1. Tania Maria Gimenes Brochini
    Linda também, é claro.
    04 de fevereiro de 2017

    ResponderExcluir
  2. Rosa Paula Gomes
    Muito linda mesmo.
    Hoje o céu está limpo e aqui na praia as estrelas parecem q ficam mais perto da gente e da pra ver em maior número pois não há poluição
    05 de fevereiro de 2017

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.