sábado, 1 de março de 2014

Máscaras

Máscaras

Todo dia, máscaras,
De alegria, de tristeza,
O semblante revela,
O sorriso  disfarça,
Mascaras, uma farsa,
 Duma realidade,
Um disfarce sobre a face,
Mas os olhos qual espelhos,
Revela   os teus segredos,
E mostra o desprezo ,
O teu orgulho,
A tua indiferença,
A tua ira, todos os teus lados,
Todos os teus mais íntimos pecados.

Só a depõe,
Quando a vida te impõe,
O final da jornada,
Ali não há como esconder seus medos,
Camuflar teus segredos,
Teus defeitos e vícios,
Nem precisa de indícios,
Provas,
É tua mascara que  rola e cai,
Quando você,
Mesmo sem querer,
Desta vida se vai.


Autor
Carlos Marcos Faustino
02/03/2014- Domingo -01h13m





2 comentários:

  1. Tania Maria Gimenes Brochini
    Que linda. Nada romântica, bastante realista.
    03 de março de 2017 às 14:12

    Christina Castello Branco Augusto
    Muito linda!!!
    03 de março de 2017 às 16:10

    ResponderExcluir
  2. Rosa Paula Gomes
    As vezes mesmo contra a vontade precisamos usar máscara. Um ex: qdo estamos tristes e não queremos q ninguém absolutamente ninguém perceba....colcamos a máscara do sorriso e vamos em frente sem temor.
    03 de março de 2017 às 21:27

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.