sábado, 22 de março de 2014

Bilhete


Bilhete

Meu amor já faz um tempo,
Eu estava me esquecendo,
Venho agora te dizer,
Eu não queria que soubesses,
Que esta dor que me acontece,
É por causa de você.

Na calada madrugada,
Saiu sem falar nada,
Sem qualquer explicação,
Acordei  muito assustado,
E quando olhei pro meu lado,
Só o travesseiro no chão.

A porta  semiaberta ,
A janela escancarada,
Ao longe só se escutava,
O latido de um cão.

As gavetas reviradas,
E lá na estante da sala,
Percebi não mais estava,
O meu  DVD do  Tom”

Depois em cima da mesa,
Um bilhete mal escrito,
Com a ponta do seu batom:
-“Desperta deste teu sonho”
Eu só fui tua  ilusão.

Autor
Carlos Marcos Faustino
22/03/2014-Sábado -16h13m




Um comentário:

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.