terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Amargura


Amargura


A dor cavalga silenciosa e  pura,
Mesclada a risos e  lagrimas, loucura!
Algo de muito nobre, um doce sentimento,
Raro momento que afinal explode:
“Gritos e sussurros, no amor tudo pode,”
Um alento que o vento espalha e devagar morre,
Rio caudaloso esse, vida, prazer, sofrimento,
A palavra final: mude o seu dia,  Sorria

Autor
Carlos Marcos Faustino
28/01/2014- Terça Feira- 13h15m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.