quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Anjos ou Vaga-lumes



Anjos ou vaga-lumes

Afasta a ira, planta a paciência,
Colhe os frutos depois que plantar sorrisos,
Cospe fora  o que te oprime por dentro,
Quebra a casca que  envolve o teu eu bendito,
Sê mais irmão, mais amigo!

Deixa que teus passos desenhem luz nos rastros,
E tal qual vaga-lume em noite escura,
Sê  também um astro ou o belo clarão da lua,
Pra que qualquer caminhante encontre o rumo que procura.

E tal qual anjo guardião protetor do seu rebanho,
Livre de vestes mortais, envolve em  angelicais cânticos,
As dores, os ais, os prantos, pra os transformar em louvores,
Em gratidão a Deus por habitar novamente teus sonhos.

Autor
Carlos Marcos Faustino
27/11/2013-Quarta feira – 16h20m



Um comentário:

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.