sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Recomeço





Recomeço

Quero morrer num sábado,  domingo é recomeço,
Caminhar de branco,  enquanto  me dão ainda um tempo,
Pra que eu navegue  pelo  meu avesso,
Repassar os anos em poucos segundos, Ah! Meu  Mundo!
Angelicais belezas, torpes cenas de miséria,
Fome  que se espalha em muitos  cantos da terra,
E poder, ganancia, e milhares de olhares de esperança.

Entretanto, Há  muito amor plantado gerando sementes,
Flores ainda renascem, vozes  emitem cantos,
Nem tudo  está perdido, deixem ecoar  seus gritos,
De paz, amor, de  fé e liberdade,  que varram todos os campos,
Que haja luz , muita luz pra salvação da humanidade,
Deixem morrer num sábado tudo que te cause espanto,
Domingo  é recomeço,  é felicidade,  sorriso.



Autor
Carlos marcos Faustino
02/08/2013- sexta feira-12h48m




2 comentários:

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.