domingo, 4 de agosto de 2013

Impossível amor

A imagem pode conter: céu, oceano, atividades ao ar livre, água e natureza

Impossível  amor

“O impossível amor é como  uma chama que arde, inflama,”
Guarda em seu interior uma profunda dor lasciva,
Risos  de alegria pra sempre de malas prontas em despedida,
Acenam, voam  e a alma fica completamente à deriva,
Na vida do ser eternamente se abre uma dolorida saudade,
Deus conforta e com o passar do tempo nova porta  se abre,
E assim  supre-se a ausência com novo amor que se conquista.

Ainda que sepultado, perdido completamente nos idos do passado,
Mesmo que deste amor há tempos não se tenha nem notícia,
O seu perfume  baila  em certas canções, despertando emoções,
Retratos  únicos que nos acompanham por toda a vida.

Dizem que amores impossíveis são aqueles mais inesquecíveis,
Aqueles que mesmo não correspondidos, deixam-nos sentimentos tão  bonitos .

Mesmo nos jardins onde  a estação das flores  já se  foi embora,
Inda  resta alguma pétala, algum resquício de tudo , alguma nova semente,
Nascendo  a cada dia no calor da luz do sol;   é a vida que segue em frente,
Homens como plantas, renascem  também  a cada  aurora,
Ainda que  por vezes   entre risos  ,  são lagrimas de saudades que  rolam.

Vão-se  vivendo assim entre estrofes verso a verso,  rima  a  rima,
Inspirados  deixam aflorar  nos seus poemas sentimentos esquecidos  ,
Deixam-se levar pelos embalos das canções que vem aos  seus  ouvidos,
Acalentar  a alma  ao recordar  um grande amor, um amor impossível.

Autor
Carlos Marcos Faustino
04/08/2013- Domingo -21h04m

Um comentário:

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.