sábado, 25 de maio de 2013

Almas Gêmeas

Almas gêmeas

Nascidas  para serem entrelaçadas,
E crescer assim, afora  chuvas, tempestades,
Buscando o crescimento através de suas jornadas,
As almas gêmeas quase sempre  nascem separadas.

E o amor que poderia  estar  para  sempre enraizado,
Expandindo flores de seus botões, ramas dos seus galhos,
Fica às vezes toda uma vida completamente  relegado,
Enquanto  a pessoa  segue na sua fugaz procura.

E o que era simplesmente para produzir bons frutos,
Faz da vivencia  um caminhar  obscuro,
E  da solidão um  inevitável   companheiro,
Enquanto sua alma gêmea te espera pra  outro futuro.


Autor
Carlos Marcos Faustino

25/05/2013- Sábado- 17h32m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.