segunda-feira, 22 de abril de 2013

Tenho Pressa

                                                         
                                    
Tenho Pressa
 
Se você não vier, vou embora, tenho  pressa,
Não que eu queira, mas já se foi  sexta-feira,
Já se passaram tantos sábados e domingos,
E eu sempre por aqui sentado, esperando, sorrindo.
 
Já contei  em todos os meus dedos, tantos anos,
Em que  fugiram-me muitos sonhos até pelos cotovelos,
Enquanto eu te esperava tanto, mas você não veio,
E por isso, vou-me embora, afora todos os meus medos.
 
Receio que quando você vier caso possa ou queira,
 Talvez seja tarde demais pra me encontrar, de qualquer maneira,
Pode ser que eu já tenha ido com o sol  na chegada da noite,
Ou que tenha partido na madrugada, antes do despertar da passarada.   
 
E ao vê-los em revoada, talvez imagine ver no céu o meu sorriso,
Desenhado entre as nuvens o mesmo semblante antigo,
E ai então é que no seu coração  vai bater saudade,
Debalde, o tempo não volta,  caminha  pra eternidade .
 
Autor
Carlos Marcos Faustino
            23/04/2013- Terça feira -00h03m                                                     

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.