sexta-feira, 15 de março de 2013

Partir

                                             

Partir
Partir é preciso, sempre é preciso,
Partir de um dia pro outro,
De um gesto pra outro, ambíguo,
Partir após um longo abraço,
Partir pra noite após um dia de cansaço,
Partir de uma etapa, de uma  feliz idade,
Despertar depois que se foi a mocidade,
Partir, partir, partir, incessantemente,
No ir e vir  de todo instante,  alucinante,
 Partir da lagrima   pro sorriso,
Dum momento todo impreciso,
Ou  partir do sorriso pra um momento triste,
Deixar   também  aquela lágrima  partir,
Rolar mundo afora, face  abaixo,  simplesmente  ir,
A  vida  em momentos  de partidas  consiste,
Já se nasce partindo, e se parte a cada  tempo,
Pois parte  a alma também quando o corpo desiste,
Vivemos assim de partidas  eternamente.
Autor
Carlos Marcos Faustino
15/03/2013- Sexta feira – 23h44m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.