domingo, 17 de março de 2013

Demissão


                                                           
Demissão
 
Demito-me do hoje, porque neste instante estou triste,
Demito-me de todo o mal  que às vezes no  mundo persiste,
Demito-me deste sentimento que me põe pra  baixo,
Demito-me porque circunstâncias por si só demitem-me.
 
Demito-me  deste tempo em que nos olhares reside sofrimento,
Demito-me pra não compartilhar com  esse fatal momento,
Demito-me pra não sentir-me tragado, levado por este vento,
Demito-me porque quem sabe demitido  ,ajudar seria permitido.
 
Demito-me não porque desejo deixar pro mundo esta batalha,
Demito-me, porque não resisto em expressar o que sinto,
Demito-me porque eu sei teria a minha voz sufocada,
Demito-me porque sozinho seria como agulha perdida em palha.
 
 
Autor
Carlos Marcos Faustino
17/03/2013- Domingo – 20h45m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.