quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Reflexos


Reflexos 
 
Aceno pra mim mesmo e lá no fundo do espelho
Vejo,  certeza, minha imagem também me acena,
Sei que existo  pois inda  me vejo  refletido,
Embora dia a dia, mudam  os traços desta fotografia.
 
Se por vezes me aprofundo e vou ainda mais fundo,
Sinto-me o mesmo nesta roupagem que vai embora,
Apenas anexo  mais experiências em minha memória,
Apenas sei que sou muito mais que este reflexo.
 
Que bom seria se em tempo s  que agora transcorre,
O mais  velho, o homem, a mulher  e o mais  jovem,
Fossem valorizados bem mais por sua essência,
Que bom não fossem julgados  apenas  por sua aparência.
 
 
Autor
Carlos Marcos Faustino
30/01/2013- Quarta Feira - 12h 09m

2 comentários:

  1. que poesia mais linda carlos marcos faustino onde voce se inspira tanto pra escrever essas lindas palavras, parabens

    ResponderExcluir
  2. Traços e marcas/
    conteúdo de uma vida/
    na pele história inscrita/

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.