quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Confissões



Confissões
 
Nâo tenho  culpa de tuas dores,
Assim como  não tens das  minhas,
Posso apenas e tão  somente supor,
O quão  doídas  são e se pudesse
Eu as absorveria  todas   com muito amor.
 
E se no seu jardim  não nascem mais flores,
Eu te daria  por inteiro  e com gosto o meu,
E se o sol  insiste  em queimar  o teu rosto,
Eu pediria nuvens pra que chovesse do céu.
 
Eu pediria  a todos os pássaros,  sementes
De todas  as flores que eles  pousassem,
Eu pediria aos ventos que se puder levassem,
Todas as magoas   do coração da gente.
 
Enfim sem dores, com flores, pássaros e sementes,
O seu olhar, o seu jardim e principalmente,
Especialmente toda você seria  diferente,
E tudo o que dói em mim sorriria feliz de contente
 
 
Autor
Carlos Marcos Faustino
09/01/2013- Quarta feira- 22h 15m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.