domingo, 23 de dezembro de 2012

Saudades minhas


Saudades  minhas
Vem, faz-me companhia,
Vem clarear meu mundo
Traz-me alegria.
Agora partes para  longe,
O céu inteiro te absorve,
Em longinquas terras,
Em ondas de outros mares,
Nas  asas de outros lugares
Teus rumos agora tracejas.
E eu sonho contigo a cada dia
Mas quando acordo, saio
A rua esta tão  sem alegria,
Ensaio no papel uma poesia
E então de verso em verso,
Procuro então retratar de modo certo,
A sua ausência neste vazio,
Mas qual, algo me desanima;
Se eu lançar ao ar as minhas rimas,
Se eu pedir  aos céus, à Deus, à andorinhas.
Vais sentir-me refletido em   gotas de chuva?
Vais buscar meu perfume inda estampado em sua blusa?
Será que vais sentir saudades minhas?
                                   Carlos Marcos Faustino- 20/04/2012- sexta feira- 10:59 hs

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.