quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Purificação



Purificação
 
 
Depois de cada dia inteiro rolando estrada,
Bate no peito aquela vontade inusitada,
Estender o corpo pra  deixar secar ao vento,
Nos varais dependurado como roupa molhada
 
E aquela paz que lentamente vem de dentro,
Pra  inebriar- se ao recordar de bons momentos,
Faz  gingar corpo e alma numa dança mágica
 E traz pro olhar uma expressão feliz ,  nostálgica.
 
E assim após cada sensação que for vivida,
Por alguns momentos apenas, expor-se ao tempo,
Deixar que o vento a sua vida purifique.
 
E´ assim, dia a dia renovando-se sempre
“Fazer o que deveria  fazer toda a gente”,
Deixar o mal ir embora e o que for de bom que fique.
 
 
 
Autor
Carlos Marcos Faustino
14/11/2012-Quarta feira-12h04m

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.