quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Êxtase


Êxtase
Passar  pelos meus versos sonolento,
Alheio a todo e qualquer  pensamento,
Em êxtase ficar a qualquer preço,
Pra me encontrar antes do meu começo.
 
Olhos cerrados aos poucos,sou louco,
Busco respostas onde nunca fui,
Em meus ouvidos, muitos alaridos
E um torpor me  f az desfalecido.
 
Esse reencontro que as vezes eu  faço,
Me dá  respostas que eu sei preciso
Para perguntas que eu sempre busco,
 
 E mesmo que o despertar seja brusco,
Só é paz que  se estampa  em meu sorriso,
   é luz o que trago pros teus braços
 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.